Contato: + 55 54 3045-4070

Notícias

 

              



OBESIDADE MASCULINA CRESCE E É MAIS PERIGOSA QUE A FEMININA.


Sabe aquelas dietas de revistas femininas ou os esforços que sua mulher faz para emagrecer? Pois bem: esqueça tudo isso se a intenção é acabar com a tal "barriguinha de cerveja”. Para o homem perder peso, os métodos, as avaliações e os esforços são diferentes dos usados no sexo feminino. E se acha que, só porque pertence ao sexo masculino, essas coisas de dieta, obesidade, emagrecimento etc. têm de passar longe de suas preocupações diárias, está "redondamente” enganado.
Uma das formas de obesidade que mais cresce no Brasil e no mundo é a masculina, o que traz sérios riscos à saúde. Esse problema é bem mais sério do que se imagina. As tais gorduras abdominais, ou viscerais, causam muito mais danos nos homens do que nas mulheres. Pior: nem é preciso ser obeso para sofrer as consequências. Quer saber por quê? Confira algumas constatações que provam que o acúmulo de gordura faz cair por terra qualquer pretensão de se achar um super-homem.
Depois, venha experimentar nosso método e verá que combater o problema, se sentir bem, seguir uma dieta equilibrada e ter uma vida saudável não é um bicho-de-sete-cabeças. E, o melhor, vai ajudar a melhorar seu desempenho em todas as áreas: profissional, esportiva, sexual etc.

GORDURA X GORDURA
1. No organismo humano, existem dois tipos de gordura: a gordura subcutânea, periférica chamada gordura branca, e a gordura visceral, que compõe a gordura abdominal (e forma a barriguinha).
2. A gordura subcutânea funciona como reserva energética, protegendo o organismo contra agressividade metabólica da gordura visceral, que é bem perigosa.
3. A gordura abdominal visceral é composta por células maiores, metabolicamente muito ativas, produtora de substâncias inflamatórias agressivas ao metabolismo e prejudicando a saúde. Essa gordura pode liberar os chamados ácidos graxos para a corrente sanguínea.
4. A gordura periférica não libera ácidos graxos para corrente sanguínea, é menos instável e protege o organismo. Ou seja, tem um comportamento mais benigno, que de certa forma protege o homem contra os males da obesidade visceral, absorvendo até as substâncias liberadas pela gordura abdominal, como o excesso de ácidos graxos livres.
5. Apesar de ser a mais perigosa, a gordura visceral tem a vantagem de ser a primeira a reagir e a responder a um tratamento de emagrecimento.
6. Por isso as primeiras perdas de peso, mesmo que mínimas, melhoram muito a saúde do paciente obeso. Diminuem a resistência à insulina, a pressão a glicemia e a lipemia.

 

ATENÇÃO, HOMENS: GORDURA DEMAIS, SAÚDE DE MENOS
• O tecido gorduroso é um importante órgão endócrino que, quando está acima do normal afeta o funcionamento bioquímico do metabolismo e do organismo como um todo. As células gordurosas produzem importantes hormônios que interferem no equilíbrio metabólico.
• No homem o acúmulo de gordura tem uma distribuição, principalmente, na região central do corpo, muitas vezes quase que exclusiva, não ocorrendo a obesidade periférica.
• O problema é que essa gordura fica infiltrada nos órgãos abdominais, como o fígado (doença chamada esteatose hepática), intestino, e em outros órgãos do abdômen, comprometendo também órgãos torácicos, como o coração, produzindo alteração na condução elétrica cardíaca, o que gera arritmias.

 

SAIBA 15 INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE A OBESIDADE
1. A obesidade vem crescendo em todas as classes sociais, e de forma muito importante nas classes sociais mais baixas, nas crianças e adolescentes.
2. A obesidade é a segunda causa de morte nos EUA.
3. 16% das crianças obesas chegam à idade adulta obesas. Um adolescente obeso tem de 70% a 80% de chance de chegar à idade adulta obeso.
4. Em diversos países, de 5% a 10% das crianças em idade escolar e 15% a 20% dos adolescentes são obesas.
5. Nos EUA esse número mais que dobrou nos últimos 20 anos.
6. No Brasil, 3% das crianças são desnutridas, enquanto 9% são obesas.
7. Cerca de 350 mil mortes por doenças cardiovasculares ocorridas por ano nos EUA são provocadas por obesidade.
8. Cerca de 80% dos casos de diabetes podem ser atribuídos ao excesso de peso.
9. A obesidade vem crescendo universalmente em praticamente todos os países do mundo, tornando-se uma verdadeira pandemia, aumentando em todos os grupos raciais, em ambos os sexos, em todas as faixas etárias e níveis socioeconômicos.
10. No Brasil, são 70 milhões de pessoas adultas acima do peso, sendo que desse total 27 milhões são obesas.
11. Os obesos mórbidos somam 1 milhão de pessoas.
12. Dados do Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) revelam que 90% dos brasileiros se alimentam de maneira inadequada.
13. Metade da população com mais de 20 anos esta acima do peso.
14. Entre os homens, esse quadro triplicou nos últimos 30 anos.
15. O grande problema é que a maior parte dessas pessoas (60%), segundo uma pesquisa realizada pela Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, faz alterações radicais no cardápio sem o acompanhamento de um especialista, o que acaba comprometendo ainda mais o metabolismo.


-----------------------------------------------------------------------------------
Curta e siga nossa página aqui pelo Facebook Gastrobese Clinica
Acesse: www.gastrobese.com.br
Nosso canal no youtube:
https://www.youtube.com/user/gastrobese