Blog

Compreendendo a Fome Emocional

O que nos motiva a comer nem sempre é a sensação de fome física, àquela em que sentimos os sinais de que precisamos nos alimentar para nutrir fisiologicamente nosso corpo, mas sim devido à fome emocional, na qual a comida é buscada para aliviar o estresse e lidar com sentimentos desagradáveis como  tristeza,  solidão, tédio, além de ser uma tentativa de preencher vazios , sentir-se mais seguro ou ainda buscar na comida uma gratificação após um dia estressante, entre outras motivações psicológicas envolvidas.

Cirurgia de Resgate após Bypass Gástrico, Saiba Mais Aqui.

Pensando na fome emocional após a cirurgia bariátrica, percebe-se uma diminuição significativa da mesma, porém alguns pacientes sentem vontade de comer determinados alimentos em momentos estressantes, dependendo da relação que estabeleciam com a comida antes da cirurgia. Nestes casos, realizamos um acompanhamento psicológico focado nesta demanda, com o intuito de ampliar a rede de satisfações saudáveis do paciente, buscando compreender a fome emocional e buscando outras maneiras de alimentar os sentimentos, podendo ser através de leituras, prática de atividades físicas, psicoterapia, entre outras alternativas saudáveis!

Um hábito se constrói pouco a pouco. Por isso, pensar em sua fome emocional pode ser o primeiro passo para a mudança!

 

Psicóloga Sara Vassoller

CRP: 07/19421

Open chat