Blog

FODMAP a Nova Dieta Que Está Revolucionando Os Consultórios

O que é FODMAP?

A sigla refere-se á Fermentable Oligosaccharides, Disaccharides, Monosaccharides e Polyols

É o conjunto de alimentos fermentáveis que são mal absorvidos pelo nosso organismo e que podem causar desconforto intestinal. Eles são classificados como oligossacarídeos, dissacarídeos, monossacarídeos e polióis. Os alimentos fermentáveis referidos são os carboidratos não digeridos pelo trato digestivo. Os oligossacarídeos são os Fruto-oligossacarídeos (FOS) e os Galacto-oligossacarídeos (GOS). Dentre os dissacarídeos se inclui a lactose, e dos monossacarídeos a frutose. O grupo dos polióis é representado principalmente pelo sorbitol e manitol.

O que estes grupos de alimentos têm em comum?

São alimentos de alta osmolaridade ou que possuem substratos rapidamente fermentados por microorganismos intestinais.

O que os alimentos ricos em FODMAPs podem desencadear?

A alta osmolaridade atrai muita água para o intestino delgado e pode desencadear diarreia, enquanto os substratos rapidamente fermentados por bactérias no intestino grosso podem desencadear sintomas como distensão abdominal, flatulência e cólica abdominal. Estes sintomas são extremamente prevalentes nos pacientes com Síndrome do Intestino Irritável (SII), e por isso a maior parte dos estudos relaciona redução destes sintomas após dieta com baixo teor de FODMAP em pacientes com SII.

Transtornos Alimentares, Saiba Mais. 

Qual a Eficácia desta Dieta?

Estudos recentes comprovam a eficácia da exclusão temporária de alimentos ricos em FODMAPs na redução de sintomas gastrointestinais em pacientes com Sindrome do Intestino Irritavel (SII). Para cerca de 75% dos pacientes as queixas de sintomas gastrointestinais diminuem para quase metade após a realização da dieta Fodmap.

A clínica Gastrobese já vem há algum tempo desenvolvendo este método com seus pacientes e tem observado grande melhora nos sintomas observados inicialmente, otimizando a qualidade de vida do paciente. A dieta FODMAP consiste basicamente na exclusão de uma lista de alimentos por determinado tempo e após, é realizada a introdução de alimentos ricos em FODMAP para avaliar tolerância individualizada.

Referências: Braspen: Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral

Open chat